em

Uma nova Coca-Cola

Se sempre se habituou a ver a Coca-Cola como uma bebida cheia de açúcar e sem álcool, deve-se para preparar para um conjunto de mudanças que a marca está a imperar.Começando com o açúcar…A Coca-Cola vai reduzir os açúcares nas suas bebidas. Em Portugal, desde o ano de 2000, houve uma redução de 28% no conteúdo de 24 das 93 bebidas da companhia vendidas no país.A Coca-Cola, Coca-Cola Zero Açúcar e Coca-Cola Light (sem açúcar), a par da variedade, Coca-Cola Zero Açúcar Zero Cafeína apresenta, desde 2014, 28% do total das vendas neste segmento.Em relação à adição de açúcar de produtos da Coca-Cola na dieta em Portugal, o seu contributo em 2017 foi de 7,50 g de açúcar / 100 ml e 30 kcal / 100 ml.Só que a Coca-Cola não comercializa só bebidas com açúcar. As bebidas sem açúcares são: Coca-Cola Zero Açúcar; Coca-Cola Zero Açúcar Zero Cafeína; Coca-Cola Light sem açúcar; Fanta Zero Laranja (7% sumo de laranja, zero adição de açúcares, contém açúcares naturalmente presentes no sumo de frutas); Nestea Limão sem açúcares, sem calorias, desteinado e Aquabona.Só que uma nova bebida vai-se juntar a este portfólio e o laboratório de ensaios vai ser o Japão. O gás e o açúcar vão se manter, só que será adicionado álcool. No país do “sol nascente” este tipo de bebidas é apelidada de Shōchū. Esta bebida tem teor alcoólico de 25% e é tradicionalmente destilada a partir da cevada, batata-doce ou arroz, o que faz dela menos alcoólica do que o uísque ou a vodka, mas mais forte, por exemplo, do que o vinho. Se esta nova bebida for bem aceite no mercado asiático poderá ser exportada para o resto do mundo.

This post was created with our nice and easy submission form. Create your post!

Qual a sua opinião?

1000 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Mostre suas cores e inúmeras facetas neste 8 de março

Fique em forma sem sair de casa